Crise da Bolívia - Grande Evo Morales


Temos que aplaudir de pé, não, não a atitude de Evo Morales de nacionalizar as reservas de petróleo da Bolívia, mas a incrível capacidade que temos em levar na cabeça e ficar quietos! O Brasil ficar quieto tudo bem, sinceramente, não dá para ficar surpreso com isso, mas eu fiquei me questionando por que os outros paises que têm empresas petrolíferas na Bolívia estariam agindo como o Brasil? Bem, é mais simples do que parece, segundo essa reportagem aqui, as regras que foram decretas só afetam a Petrobras.

Daí, pergunto: será que essa atitude do “filho” e fã de Ugo Chaves foi baseada só por que somos muito malvados e ganhamos muito dinheiro no país deles ou foi por que ele conhece essa nossa atitude de nação masoquista?

2 comentários:

Marco Aurélio disse...

Márcio

Desculpe-me , mas acho o Evo Morales um tremendo populista. Não acredito que queira o bem da Bolívia com a nacionalização das reservas de petróleo e com o aumento do salário mínimo. Está querendo reverter sua queda de popularidade. Mudando de assunto,
você sabe por que a cerveja não congela quando está na geladeira e quando pegamos na garrafa ela congela? Se tiver um tempinho,dê uma olhada no post de hoje.

Um abraço

Marco Aurélio

Marcio Eugênio disse...

Sem dúvida Marco, ele é um tremendo populista, ele quer fazer o mesmo que o Chaves fez na Venezuela: detonar economicamente o país, mas agradar as massas com politicas paternalista para que ele consiga se manter no poder. Mas para isso se precisa de $$ com o petroleo ele ira conseguir financiar isso.